Gestão do fluxo de caixa: sete boas práticas

Step Consultoria > Blog > Dicas > Gestão do fluxo de caixa: sete boas práticas

Gestão do fluxo de caixa: sete boas práticas

  • Postado por admin
  • Categoria: Dicas

Uma boa gestão do fluxo de caixa é extremamente importante para o controle financeiro de qualquer empresa, seja grande, pequena ou até um profissional autônomo.

Como o próprio nome já diz, o fluxo de caixa é a movimentação de entrada e saída de dinheiro de uma empresa em determinado período. É a partir desse controle de entradas e saídas que conseguimos visualizar a saúde financeira de um negócio.

Quando falamos em gestão do fluxo de caixa estamos nos referindo a estratégias e técnicas para controlar gastos e otimizar as receitas do negócio.

Por isso preparamos esse post com sete boas práticas para organizar e fugir dos problemas de fluxo de caixa mais comuns nas empresas.

  1. Atualize diariamente o fluxo de caixa

Para que nenhuma informação seja esquecida, o ideal é fazer um controle diário do fluxo de caixa. Esse acompanhamento ajuda a prever qualquer surpresa, além de garantir que nenhum dado seja perdido ou colocado erroneamente no fluxo de caixa.

  1. Registre todas as movimentações

Absolutamente todas as movimentações financeiras  – até as que possuem pouco valor – devem estar devidamente registradas, sejam elas receitas, despesas, empréstimos, financiamentos e etc.

Só assim, é possível saber quais são todos gastos e a soma das pequenas despesas. Esse controle possibilita encontrar qualquer desperdício de dinheiro.

  1. Categorize as movimentações

Como dissemos acima, é muito importante registrar qualquer movimentação. Mas, além disso, você também deve organizar essas informações em categorias, o que facilita a identificação dos principais tipos de gastos e rendas e de onde eles vêm. Se puder, coloque uma descrição curta sobre o fato.

Por exemplo, crie categorias entre aluguel, compras e investimento recorrentes. Categorize as despesas e receitas periódicas, pois assim você terá mais controle das finanças e programará melhor seus pagamentos e recebimentos.

Com essa estratégia você consegue monitorar o tipo de gasto que representa as maiores saídas de seu caixa, bem como de onde provém a maior parte de suas receitas.

  1. Nunca esqueça: venda nem sempre significa dinheiro já em caixa

Um erro muito comum é realizar uma venda e registrá-la no fluxo antes do seu recebimento. Mas atenção! Só é movimentação financeira quando há a efetiva entrada do valor em caixa.

Assim, deve existir uma clara distinção entre fluxos de caixa realizados, cuja saída/entrada de caixa ocorreu, e fluxos de caixa previstos, que representam, por exemplo, parcelas em aberto de vendas a prazo ainda não recebidas.

No fluxo de caixa, cadastre o que realmente entrou no caixa, e crie também um controle paralelo para acompanhar devedores e realizar as cobranças.

  1. Gerencie o seu estoque

Um estoque bem organizado ajuda a mostrar exatamente quanto e quando comprar para suprir seu contingente de produtos. Além disso, ao fazer esse controle você saberá quando realizar promoções para estimular a venda de determinado produto que esteja em excesso, por exemplo.

  1. Planeja a longo e curto prazo

– Planejamento a longo prazo: com a gestão do fluxo de caixa você consegue fazer uma projeção média para todo ano. E assim, avaliar diferentes cenários e se preparar para eles.

– Planejamento a curto prazo: estipule seus gastos e ganhos de forma mensal. No final do mês, compare o que você planejou com o fluxo real. Isso possibilita identificar os gastos inesperados e como fazer para evitá-los.

  1. Use a tecnologia para ajudar na gestão do fluxo de caixa

Você pode usar a boa e velha planilha para fazer a gestão do fluxo de caixa da sua empresa. Mas utilizar um sistema de gestão pode ajudar muito.

Um software online, quando aliado à boas práticas de gestão do fluxo de caixa, proporciona mais eficiência operacional. Além do mais, facilita e melhora o acompanhamento do fluxo de caixa do seu negócio, que pode ser feito através do laptop ou dispositivos móveis.

Ficou com alguma dúvida?

Você pode saber mais sobre gestão do fluxo de caixa aqui.

Se tiver mais alguma questão, é só mandar um e-mail para contato@stepconsultoria.com

Autor admin

Deixe uma resposta