Análise de Mercado: o que é e para que serve?

Step Consultoria > Blog > Consultoria financeira > Análise de Mercado: o que é e para que serve?

Análise de Mercado: o que é e para que serve?

  • Postado por admin
  • Categoria: Consultoria financeira, Indicadores Financeiros, Pequenas e médias empresas, Serviços
análise de mercado

A análise de mercado é um dos pontos principais para um bom plano de negócios. É a partir dela que você conseguirá entender as necessidades do seu público alvo, os melhores fornecedores e terá um perfil da concorrência, para poder analisar seus pontos fortes e fracos.

Se você planeja abrir uma empresa, nos responda duas questões: você sabe exatamente o que seus clientes querem e o que os seus concorrentes oferecem?

Ter a resposta para essas e algumas outras perguntas é essencial antes de começar seu próprio negócio.

Abrir uma empresa sem ter uma expectativa de como o mercado irá reagir em relação ao seu produto ou serviço é um risco que pode lhe render prejuízos. Mas como saber isso? Como minimizar os riscos, encontrar oportunidades e saber se o negócio terá sucesso? A resposta está na análise de mercado.

O que é uma análise de mercado?

Antes de nos aprofundarmos, é importante entender de fato o que é análise de mercado.

Trata-se de uma pesquisa aprofundada sobre informações relacionadas ao mercado de atuação da empresa, que podem impactar de forma positiva ou negativa o negócio. Com esse estudo, são obtidos dados-chaves sobre o segmento e o contexto de atuação da empresa, seu potencial público, posicionamento da concorrência, relação dos fornecedores, histórico e expectativas macroeconômicas relacionadas.

A importância da análise de mercado

Como dito acima, a análise de mercado ajuda no desenvolvimento do negócio e traz dados essenciais para saber se a sua ideia de negócio é viável ou não:

  • Conhecimento do público alvo: a análise de mercado traz o perfil do seu potencial público alvo, seja pela perspectiva quantitativa (tamanho de mercado, quantidade) ou pela qualitativa (estilo de vida, perfil de consumo, faixa etária, hábitos, entre outros).
  • Entendimento dos concorrentes: com o estudo, é possível observar as estratégias utilizadas pela concorrência, compreendendo quais ações funcionam, o que não é efetivo e, a partir de então, elaborar o diferencial da sua marca.
  • Rol de Fornecedores: a análise também facilita o desenvolvimento de uma relação de fornecedores que ajudarão a otimizar/potencializar o trabalho.

Saiba a Viabilidade Econômica e Financeira do seu negócio!

Como fazer a análise de mercado?

Depois de entender o que é e porque a análise de mercado é importante, vamos ver alguns itens a se avaliar nesse processo:

– Conhecer o setor:

Quanto maior o mercado, maior a concorrência. Isso significa que a empresa deve oferecer produtos e serviços que se destaquem. Por isso, entender e conhecer o mercado no qual o negócio irá atuar permite o lançamento de produtos ou serviços mais adequados às exigências dos clientes. Além de potencializar o atendimento e, assim, melhorar seu posicionamento de mercado.

Para tanto, um bom ponto de partida é buscar dados do segmento consultado sites de agências reguladoras, associações setoriais e do Sebrae. Aqui também entra uma extensa pesquisa global para entender como o setor se comporta. Potencial de mercado, impacto na economia, normas e legislações e toda informação que possa embasar o planejamento e influenciar na operação da empresa.

– Entenda o público-alvo:

É preciso conhecer a fundo o público-alvo da empresa, tanto no sentido qualitativo quanto quantitativo.

Na perspectiva qualitativa, as informações devem abordar questões mais comportamentais, como hábitos de consumo e estilo de vida. Já no segundo ponto, deve-se prestar atenção em dados demográficos, como a idade, a classe social, a ocupação, entre outros.

Nessa etapa, podem ser usadas ferramentas como questionários e dados de institutos de pesquisa, como o IBGE.

Outro ponto é delimitar a área de abrangência do negócio.

– Estudar a concorrência e os fornecedores:

Agora é hora de avaliar dois pontos que têm impacto direto no sucesso de qualquer negócio: os fornecedores e a concorrência.

Começando pelos fornecedores, a análise deve levar em conta tudo que pode impactar na produção do negócio: preço, prazo, negociação. Nunca se esqueça: empresas bem-sucedidas têm fornecedores bons, de confiança e que agregam valor ao negócio.

No caso dos concorrentes, entenda como eles se posicionam no mercado para poder identificar oportunidades e diferenciais para a empresa.

– Analisar o produto:

Estude os produtos da concorrência, procurando pontos fracos e fortes.

Nos pontos fortes, pense em como “diminuir a distância” entre o seu produto e o dele. Em relação aos pontos fracos, crie oportunidades para diferenciar os seus produtos, torná-los melhores, chamar a atenção do público-alvo e, consequentemente, conquistar clientes.

– Precificação do produto:

Essa é uma questão mais complexa do que parece. Não basta atribuir um valor baseado no custo ou o que considera adequado. É preciso levar em conta alguns parâmetros importantes: localização, objetivos, preço do concorrente, trabalho realizado, custos e remuneração.

Em um mercado competitivo, preços muito altos podem reduzir sua base de clientes. No entanto, se forem menor do que a média, o público pode achar que seus produtos são de baixa qualidade.

Já ao contrário, em um mercado pouco explorado e se você oferecer produtos e serviços de qualidade, é possível cobrar um preço mais alto.

Determinar com precisão o preço do produto é um desafio. Nós temos um post sobre precificação de produtos para você entender melhor essa questão. É só clicar aqui.

– Custo de Aquisição de Clientes:

É fácil conquistar um novo cliente ou gerar uma venda?

Saber o gasto para adquirir um cliente é um item crucial. A melhor maneira de saber isso é por meio do indicador CAC (Custo de Aquisição do Cliente).

Por ele, é possível saber o quanto a empresa gasta para conquistar um novo cliente. O cálculo é feito considerando os investimentos e novos clientes adquiridos no mesmo período.

Quer entender melhor este tópico? Nós abordamos esse indicador de forma mais profunda, neste post!

– Avaliar as projeções de mercado:

A avaliação econômica do mercado de atuação da empresa dá uma perspectiva de estabilidade financeira para o negócio. A análise de projeções favorece a realização do planejamento de investimentos, além de demonstrar uma necessidade de capital para determinados períodos.

A inteligência corporativa gerada com os dados do estudo são o maior benefício da análise de mercado. Esta é uma forma de deixar uma empresa preparada para encarar o mercado e o gestor mais assertivo em todas as suas decisões.

A análise de mercado é algo que envolve um trabalho bem minucioso. Entender o contexto de atuação da empresa e todas as suas variáveis é o primeiro passo para qualquer empreendedor.

Se você ficar com alguma dúvida sobre este processo de análise de mercado ou precisa de ajuda para elaborar uma para a sua empresa, não deixe de mandar um email para a gente: contato@stepconsultoria.com

Autor admin

Deixe uma resposta